quarta-feira, 27 de outubro de 2010

O Grande Perdedor

Finalmente o segundo turno destas eleições está chegando ao fim. E, independente de quem ganhar o pleito, já temos alguns perdedores nesta eleição.
Na minha opinião um dos perdedores é o Estado Laico, com ambos os presidenciáveis tentando se aproximar de grupos religiosos nada ortodoxos demonstrando a total falta de imparcialidade nas questões religiosas e, levando a discussão política ao cúmulo de afirmações do tipo “ eu acredito em Deus” ou “sou temente a Deus”, e isso de ambos os candidatos. Mesmo Marina Silva, que pertence a uma igreja cristã evangélica, soube separar sua religiosidade durante campanha, pelo visto os dois candidatos têm muitas coisas para aprender com a “Verde”.
As liberdades pessoais foram outra que tiveram um forte baque nessas eleições, com declarações de presidenciáveis se posicionado contra o aborto e a o casamento homo afetivo. Em primeiro lugar devemos deixar claro que quem decide sobre a descriminalização do aborto e as uniões homoafetivas é o Congresso e não o (a) presidente. Mas é um retrocesso que pessoas que estão concorrendo ao máximo do executivo nacional, se posicionem veementemente contra dois assuntos polêmicos e nem se dispõem à discussão dos mesmos. Vamos continuar a deixar que mulheres continuem morrendo por fazer abortos de forma medieval em clinicas clandestinas? Não vamos permitir aos casais gays direitos como previdência, herança e planos de saúde?
Independente do resultado que sair das urnas no dia 31, o maior perdedor vai ser o povo brasileiro, pela inaptidão e a campanha vergonhosa dos candidatos nesse segundo turno.

2 comentários:

vini disse...

sem dúvida, meu caro... sem dúvida.
concordo e assino embaixo.

aline lourenço disse...

Estavas como eu, com o blog em férias? Mas vamos retomar os trabalhos. Sobre as eleições, concordo plenamente, pois faltam poucas horas e ainda não sei em quem votar. É tudo um lixo!!!